Institutos Federais - Essa pode ser a sua oportunidade de graduação!

Popularmente conhecido como IFs, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia surgem como um novo padrão de instituição de ensino federal na oferta pública de educação profissional e tecnológica.

Os Institutos Federais são instituições, pluricurriculares e multicampi (reitoria, campus, campus avançado, polos de inovação e polos de educação a distância), especializados na oferta de educação profissional e tecnológica (EPT), em todos os seus níveis e formas de articulação com os demais níveis e modalidades da Educação Nacional, oferta os diferentes tipos de cursos de EPT, além de licenciaturas, bacharelados e pós-graduação.

Sancionado pelo então presidente da época, Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 16 de julho de 2008 foram estabelecidos 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia a partir da integração ou transformação de 31 centros federais de educação tecnológica (Cefets), 75 unidades descentralizadas de ensino (Uneds), 39 escolas agrotécnicas, 7 escolas técnicas federais e 8 escolas vinculadas a universidades.

Em Brasília, os Institutos Federais ofertam diferentes tipos de cursos para os estudantes interessados em graduação técnica ou superior. São ofertados pelos centros acadêmicos:

  • Cursos rápidos de formação inicial e continuada (FICs).

  • Cursos Técnicos.

  • Cursos Superiores.

  • Pós-graduação.

Por ser uma instituição pública e gratuita, não há custos para se estudar nos IFBs (Institutos Federais de Brasília). Cada tipo de curso tem um processo seletivo diferente e todos se tornam públicos através de editais no site do IFB. As inscrições normalmente são online (pela internet).

Estão presentes no Distrito Federal campus em diversas cidades, como Brasília, Ceilândia, Estrutural, Gama, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Samambaia, São Sebastião e Taguatinga.

Divididos em modalidades, os cursos técnicos e superiores oferecem diferentes capacitações.

Cursos técnicos:

  • Técnico Integrado ao Médio - para quem terminou o Ensino Fundamental (9º ano) e tem menos de 18 anos.

  • Técnico Integrado ao Programa de Educação de Jovens de Adultos - PROEJA - para quem concluiu o Ensino Fundamental e tem mais de 18 anos.

  • Técnico Subsequente - para quem já tem o Ensino Médio.

  • Técnico Concomitante - para quem realiza o Ensino Médio no mesmo estabelecimento ou em instituição de ensino distinta com convênio com IFB.

Cursos superiores:

  • Licenciatura – formação de professores que atuarem prioritariamente na educação básica.

  • Tecnologia - formação especializada nas áreas científicas e tecnológicas.

  • Bacharelado – formação abrangente.

Cada modalidade também apresenta seu próprio processo seletivo. Para os cursos técnicos são selecionados alunos através de sorteio eletrônico. Nos cursos de graduação, o ingresso é feito por meio do SISU (Sistema de Seleção Unificada) e/ou pela nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Para os Cursos de Pós-Graduação lato sensu, são selecionados os candidatos por sorteio público e análise de títulos.

Não deixe de conferir os cursos ofertados através dos diversos Institutos pelo Distrito Federal, essa pode ser a sua chance de começar uma graduação.



82 visualizações0 comentário