top of page

A sua doação pode mudar o futuro de centenas de estudantes

Um projeto ou ação voluntária nasce do sonho de pessoas com um objetivo em comum: mudar a realidade de alguém ou de uma comunidade. Uma ação voluntária surge da vontade de contribuir com o presente ou o futuro de pessoas que você não conhece, mas acredita no potencial e embarca junto na realização de sonhos que não são seus, mas se tornam parte das suas metas também.


Pois como diz o trecho de uma famosa música do Charlie Brown Jr. “[...] o que importa é fazer o bem. Eu quero ver meu povo todo evoluir também”.

Aulão realizado em 9 de setembro com os estudantes do Galt

Foi dessa forma que o Galt surgiu, lá em 2015, e é com esse pensamento que mais de 160 voluntários se mobilizam diariamente, há oito anos, para auxiliar jovens e adultos a conquistarem uma vaga em uma universidade.


O Galt é constituído por pessoas que doam tempo, conhecimento e verba para custear os gastos e investimentos para que possamos oferecer a melhor estrutura para nossos mais de 185 alunos atualmente matriculados


Ex-galtinha, atual cientista política e voluntária do Galt


Durante o período escolar, a Ayeska Alves sonhava em cursar direito ou relações internacionais. Quando saiu o resultado do vestibular, em 2016, ela recebeu a notícia que havia passado para um curso que não estava na lista de preferências, turismo. Com isso, ela decidiu continuar os estudos pré-vestibular e ingressar em uma das opções sonhadas.


Como naquele momento ela não tinha condições de custear um cursinho particular, pesquisou formas gratuitas para conseguir realizar o desejo de ingressar em um dos cursos sonhados. Durante as buscas, ela encontrou o Galt, fez o processo seletivo, foi aprovada e iniciou os estudos no cursinho no mesmo ano, 2016.


Ayeska estudou no Galt durante o segundo semestre de 2016. Em 2017, foi aprovada para o curso de Ciências Políticas na Universidade de Brasília (UnB)

Ayeska relembra com carinho a época que foi galtinha. Além das aulas, desde aquela época, o Galt já oferecia aos estudantes aulões aos sábados e simulados aos domingos. Apesar da rotina exaustiva de estudos, Ayeska conta com saudades sobre a época:


“O ambiente era muito agradável e fiz diversas amizades que tenho contato até hoje. A turma estudava e se divertia. Haviam diversos professores divertidos e amigos. A leva de professores era bem experiente, com vários professores da rede pública e privada com anos de experiência, então isso me fazia ter mais confiança”, diz.


Turma de galtinhos em aula motivacional realizada em 2016

Moradora de Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal que fica há cerca de 34km da Eape, Ayeska conta que sempre que possível ela e os colegas chegavam mais cedo para ter as aulas de monitoria, outro serviço oferecido pelo Galt.


Dentre as ações promovidas pelo Galt aos estudantes, o acompanhamento psicológico foi o que mais marcou a Ayeska. “Na época o Galt oferecia acompanhamento psicológico para todos os estudantes que procuravam apoio. Poder ter essas sessões gratuitamente me ajudou muito a lidar com a vida, a pressão e as incertezas do futuro”, recorda.


O acompanhamento psicológico ainda é oferecido a todos os todos os estudantes e voluntários do Galt.


Com as aulas e o apoio que recebeu no Galt, Ayeska foi aprovada na Universidade de Brasília (UnB) para um curso que não estava no radar, Ciências Políticas. O curso foi uma grata surpresa para a ex-galtinha, que hoje é cientista política e, adivinhem só, assessora pedagógica do Galt!


“Desde a época em que eu era aluna, eu tinha vontade de retornar ao GALT para dar de volta todo o apoio que recebi nesse período. Em meio a correria de estudos e empregos, demorei a voltar, mas finalmente cheguei em um ponto da vida em que eu poderia me dedicar ao GALT e decidi me voluntariar”, conta.


Sua doação transformada em oportunidade para mais de 185 alunos


Para manter a qualidade de ensino do Galt e oferecer o melhor aos nossos alunos, contamos com doações de pessoas físicas e também de empresas parceiras que contribuem com materiais ou com repasse financeiro.


É o caso da ben.up, empresa de soluções tecnológicas para RH, que doou 1% do lucro líquido anual para o Galt no primeiro semestre deste ano. Essa verba foi utilizada para custear os gastos com materiais como pincéis e folhas dentre outras manutenções.


Voluntário e alunos reunidos no aulão de matemática Pré-Enem, realizado em agosto

Para onde vai minha doação?


Toda a verba arrecadada pelo Galt é utilizada para custear os materiais usados durante as aulas por alunos e professores e em outros gastos para manter o projeto funcionando da melhor forma possível.


“O dinheiro é para ajudar nas nossas atividades, impressão de simulados, compras de lanche nos aulões e outros materiais e equipamentos para o funcionamento do Galt”, explica a presidente organizacional do Galt, Maira Yumi.




Para além das demandas ligadas diretamente à sala de aula, a verba também é usada para financiar o materiais usados em outras diretorias, como a Diretoria de Dados e cursos profissionalizantes para os professores e demais voluntários, como explica Maira Yumi.


“Podemos destacar a compra de softwares de dados para a Diretoria Dados poder rodar melhor os relatórios; material midiático para a equipe de marketing e cursos profissionalizantes para nossos professores”, destaca.





Atualmente, a quantidade de doações arrecadada é menor do que poderia. A verba recebida neste ano, seja por pessoas físicas ou jurídicas, aconteceu, em maioria, apenas no primeiro semestre..


A diretora financeira do Galt, Shirley Franco, explica que com mais doações será possível melhorar os processos operacionais da instituição e assim, melhorar ainda mais os serviços oferecidos à comunidade escolar.


“Com mais doações podemos melhorar todos os processos operacionais do Galt, como, por exemplo, oferecer treinamentos contínuos aos professores, investir na capacitação e desenvolvimento da equipe administrativa, alocar recursos para campanhas de marketing ou investir em recursos didáticos”, pontua.


Ayeska Alves, integrante da equipe pedagógica, reafirma a importância das doações para a manutenção e melhoria do Galt.


“O Galt possui diversas limitações de atuação devido a recursos financeiros e de tempo. Mas no quesito financeiro, gostaríamos de prover mais aulas interativas, projetos extracurriculares e até material de estudo”, explica.


Como faço para doar para o Galt?


Desde 2015, ano que o Galt foi criado, as doações sempre foram muito bem-vindas. Este ano, o objetivo é tornar o processo ainda mais prático e transparente.


As doações podem ser feitas diretamente por aqui, clicando nos valores abaixo.




Mas se você preferir, pode doar por meio de transferência bancária ou por PIX. Os dados para depósito são os seguintes:


Galt Vestibulares

Banco do Brasil

Agência: 3085-6

Conta corrente: 63908-7

PIX: (CNPJ) 21.840.133/0001-46




Ou, se achar mais fácil, escaneio o código com o aplicativo do seu banco e faça um Pix para a conta do Gal


Não tem condições de doar no momento? Não tem problema, nos ajude compartilhando a mensagem.








29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page