ENEM 2020: De olho na dica do MEC

Na terça-feira passada (5/1), o Ministério da Educação deu um ‘spoiler’ sobre a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) que ocorre em 17 e 24 de janeiro na versão impressa e 31 de janeiro e 7 de fevereiro, na versão digital. Por meio do instagram, o MEC deixou uma caixa de perguntas para que os estudantes colocassem suas principais dúvidas sobre o exame. Como o tema da redação é sempre questionado pelos participantes durante todo o ano, o órgão resolveu “dar uma dicazinha”, como disse a publicação.

Outra postagem feita na sequência destacou a importância da competência 4 do Manual de Correção da Redação do ENEM, material que detalha os critérios levados em consideração na correção dos textos e avalia se o candidato demonstra conhecimento dos mecanismos linguísticos essenciais para a construção da argumentação do texto.



Uma terceira publicação feita pelo MEC ressaltou os investimentos feitos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na formação de professores. Ou seja, ao que tudo indica, o tema da redação desta edição do ENEM pode estar relacionado à educação.


Essa não é a primeira vez que o Ministério da Educação usa as redes sociais para dar dicas sobre o tema da redação. Desde 2017 o MEC e o INEP divulgam dicas dos temas de redação do ENEM.


CONFIRA A SEGUIR ALGUNS DADOS SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA VOCÊ SE ANTENAR:


– 15% dos estudantes de pedagogia escolheram a carreira como alternativa, caso não conseguissem outro emprego (Fonte: ENADE 2008)


– 70% dos alunos que cursam Pedagogia têm nota abaixo da média do Enem (FONTE: Banco Interamericano de Desenvolvimento)


– 71% dos professores avaliam os cursos de graduação como insuficientes e acreditam que a residência pedagógica precisa ser melhorada (FONTE: Todos pela Educação)


– Hoje, há mais matriculados em instituições de ensino superior na EAD que no ensino presencial. O número de alunos na modalidade à distância equivale a 24,3% do total de matrículas do ensino superior. Ou seja, um a cada quatro alunos estão na EAD. Esse crescimento vem acontecendo desde 2018. (FONTE: INEP/Censo da Educação Superior)


– Em 2019, o investimento do governo federal em creches e pré-escolas foi o mais baixo nos últimos dez anos (FONTE: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

49 visualizações0 comentário
CONTATO
Tire suas dúvidas!
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon

Name *

Email *

Subject

Message